Planejamento financeiro pode reduzir sua ansiedade

Ouvi dizer dia desses que ansiedade e depressão são as doenças do século. E devem ser mesmo. Haja terapia para segurar essa barra que é viver! E como o dinheiro permeia praticamente todos os aspectos da nossa vida – para o bem e para o mal – qualquer problema na área financeira são capazes de virar preocupações cada vez maiores, repetitivas, excessivas, até que se tornem doença de verdade. Por isso, posso afirmar sem nenhuma dúvida que um planejamento financeiro pode evitar que você chegue a esse ponto.

Quando nossas finanças estão organizadas, o medo de que não vai dar conta de tudo é eliminado. Você sabe quanto ganha, quanto gasta, de onde tirar recursos quando alguma emergência acontecer. Quando planejamos nossas finanças, temos investimentos visando nossa velhice e a segurança dos nossos filhos caso venhamos a faltar. Não sei se você concorda, mas para mim isso é sinônimo de paz.

ansiedade planejamento financeiro

Já a angústia de não saber se vai ter o suficiente para continuar arcando com a educação dos filhos, se vai conseguir subsistir sem ajuda de outras pessoas quando envelhecer ou se não vai perder a casa onde mora por falta de pagamento podem dominar seus pensamentos até você não ter sequer energia para buscar uma solução. Por isso, é preciso juntar toda a sua coragem para enfrentar o monstro antes que ele a domine.

Acho legal explicar que o coaching não é terapia e não “trata” pessoas com problemas emocionais ou mentais diagnosticados. Isso é e sempre será atribuição de profissionais de saúde: psicólogo, psiquiatra, que podem receitar tratamentos, como terapia e medicação.

Sendo assim, para quem já tem uma disfunção psíquica, um processo de coaching financeiro pode servir como complemento, de forma que você consiga ir organizando as finanças para que isso seja um problema a menos na sua vida.

E quem ainda está com a cabecinha no lugar, é bom cuidar e ter essa atenção com você mesma. Sua saúde mental vai agraceder!